único porta-voz - Mundo - iG" /

Governo tibetano no exílio diz que dalai lama é único porta-voz

Nova Délhi, 10 mar (EFE).- O Governo tibetano no exílio enviou hoje uma mensagem à China de que seu guia espiritual, o dalai lama, é o líder supremo e único porta-voz dos 6 milhões de tibetanos que vivem dentro e fora do Tibete.

EFE |

O Gabinete da Administração Central Tibetana, conhecido como Kashag e que tem sede na cidade indiana de Dharamsala, elogiou também a "coragem" e a "determinação" dos tibetanos que vivem no Tibete, segundo nota divulgada em seu site.

As autoridades no exílio avisaram a Pequim que não renunciarão a "nenhuma parte" das reivindicações incluídas no memorando de "autonomia genuína" apresentado durante a última rodada de conversas com a China, em outubro de 2008.

O primeiro-ministro tibetano no exílio, Samdhong Rinpoche, acompanhou hoje o dalai lama em entrevista coletiva, após o discurso que o líder budista fez a um conselho de tibetanos em Dharamsala.

O líder espiritual voltou a defender a luta por meios não violentos e acusou Pequim de matar "centenas de milhares de tibetanos" com as campanhas de repressão realizadas na região.

"Já disse antes que estou disposto até a ter passaporte chinês se a liderança chinesa conceder uma autonomia genuína aos tibetanos em seu território. Não estou buscando a independência", disse o dalai lama.

Durante a coletiva, um jornalista chinês, segundo a agência "Ians", disse ter participado dos protestos estudantis na Praça da Paz Celestial em 1989 e, depois, abandonou o país, apesar de manter seu passaporte chinês.

"Não anunciei nenhum sucessor porque não sou comunista e não preciso nomear ninguém", acrescentou o dalai lama, segundo as agências indianas. EFE amp/jp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG