Governo tibetano no exílio assegura que dalai lama está bem de saúde

Nova Délhi, 29 ago (EFE).- O Governo tibetano exilado na Índia assegurou hoje que o dalai lama, hospitalizado na cidade ocidental de Mumbai, está bem de saúde e necessita somente de um bom descanso.

EFE |

Segundo um comunicado das autoridades tibetanas publicado em seu site, o líder espiritual budista "se submeteu a vários exames" em Mumbai, e os médicos que o atendem "asseguraram que não há absolutamente nenhum motivo para preocupação".

O Governo no exílio acrescentou que o dalai lama participará do jejum e das preces de 12 horas convocadas para este sábado no mundo todo para pedir uma solução à situação no Tibete.

"Sua Santidade se unirá ao jejum e às preces pela paz e pela liberdade", assinalou o comunicado.

O dalai lama abandonou nesta quinta-feira sua residência na cidade de Dharamsala e se dirigiu para Mumbai, onde foi ao hospital de Lilavati a fim de completar os exames médicos iniciados no início do mês.

Um dia antes, o líder espiritual tibetano decidira cancelar sua agenda de compromissos nas próximas três semanas "devido a uma ligeira indisposição", medida que incluiu a suspensão das viagens ao México e à República Dominicana.

Após as revoltas tibetanas iniciadas no último mês de março, o dalai lama visitou países como Estados Unidos, França, Reino Unido e Alemanha, e continuou com seus freqüentes seminários de filosofia e prática budista na Índia. EFE amp/fh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG