Governo tailandês veta castração de jovens gays

Bangcoc- O Governo da Tailândia proibiu nesta terça a castração de menores de idade, para conter o aumento do número de jovens homossexuais que recorrem ao procedimento em seu primeiro passo rumo a uma mudança de sexo.

EFE |

A proibição entrou em vigor devido à elevada quantidade de adolescentes gays que se castram em hospitais do país com o consentimento de seus familiares.

Em comunicado, o Ministério da Saúde disse que a extirpação dos testículos fica proibida a partir de hoje e que fechará por tempo indeterminado as clínicas que realizarem essa cirurgia em menores de idade, mesmo que estes tenha a autorização dos pais.

"Esta prática é um delito que será perseguido pela lei", destaca a nota.

Na semana passada, a associação tailandesa de transexuais indicou que cada vez mais jovens homossexuais estavam se castrando para ganhar aparência e características femininas.

A esse respeito, o Conselho de Médicos emitiu uma nota mediante em que destacou que "não existem evidências científicas nem médicas que provem que a retirada dos testículos produzem uma mudança na aparência sexual e na constituição física".

Um número considerável de hospitais tailandeses anuncia na internet operações de castração.

Nos últimos anos, as operações de mudança de sexo se tornaram uma especialidade em vários hospitais de Bangcoc, a capital da Tailândia.

    Leia tudo sobre: bizarro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG