golpistas ativistas que pedem renúncia de premiê - Mundo - iG" /

Governo tailandês chama de golpistas ativistas que pedem renúncia de premiê

Bangcoc, 19 jun (EFE).- O Governo da Tailândia chamou hoje de golpistas os dirigentes opositores que convocaram a manifestação que será realizada amanhã, em Bangcoc, para exigir a renúncia do primeiro-ministro Samak Sundaravej.

EFE |

Wichianchot Sukchotrat, porta-voz oficial do Executivo, antecipou que a Polícia impedirá que a manifestação, organizada pela Aliança Popular para a Democracia (PAD), saia fora do traçado autorizado, delimitado com barricadas desde 25 de maio.

"Caso tentem tomar a sede do Governo, serão tratados como golpistas e traidores, e serão acusados de rebelião", disse em comunicado.

Em 2006, o PAD liderou os grandes protestos contra o então primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, que precederam o golpe de Estado que lhe depôs em setembro desse mesmo ano.

O partido também exige a renúncia de Sundaravej, a quem acusa de ser uma marionete de Shinawatra, que foi condenado a cinco anos de inabilitação para exercer cargos públicos por fraude eleitoral nas eleições de 2006.

Embora até o momento as manifestações tenham reunido menos de mil pessoas, a instabilidade política e o temor de um novo levante provocaram turbulências no mercado do país, ao tempo que o Exército afirma que não voltará a intervir.

O Partido do Poder do Povo, liderado por Sundaravej e integrado por antigos aliados de Shinawatra, governa a Tailândia desde sua vitória nas eleições gerais de dezembro, que colocou fim a mais de um ano e meio de ditadura militar. EFE fmg/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG