Governo sérvio aprova leis para ratificar acordos com UE e Rússia

Belgrado, 9 jul (EFE).- O novo Governo sérvio, liderado pelo economista Mirko Cvetkovic, aprovou hoje por unanimidade projetos de leis para ratificar o acordo de associação com a União Européia (UE) e um importante convênio energético com a Rússia.

EFE |

Ambos os acordos foram enviados ao Parlamento por procedimento de urgência para sua ratificação, para que possam entrar em vigor, e representam o primeiro passo legislativo do novo Governo pró-europeu da Sérvia.

Entre as prioridades do Executivo de Cvetkovic estão levar a Sérvia à UE e aprofundar e ampliar as relações com a Rússia.

O Acordo de Estabilização e Associação da Sérvia com a UE foi assinado em abril pelo vice-primeiro-ministro Bozidar Djelic, do Partido Democrático (DS), do presidente sérvio, Boris Tadic, embora o ato não tivesse o apoio do então chefe do Governo, Vojislav Kostunica.

O acordo intergovernamental de cooperação energética no setor de gás e petróleo entre Sérvia e Rússia, que é válido por 30 anos, foi assinado em janeiro.

Entre outros, foi firmado um acordo para a construção do gasoduto South Stream, que permitirá à Rússia fornecer gás a países europeus através do Mar Negro e dos Bálcãs.

O protocolo bilateral supôs ainda a compra e venda de 51% da Indústria Petrolífera Sérvia (NIS), embora seus detalhes ainda passarão por negociações entre um "grupo de trabalho" sérvio, hoje formado pelo Governo, e a companhia russa Gazpromneft.

Estima-se que o acordo com a Rússia representará um investimento de cerca de 2 bilhões de euros.

A Sérvia tem estreitas relações com a Rússia, o país que mais apóia sua luta contra a independência do Kosovo. EFE sn/rb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG