riqueza dos maiores clubes da Inglaterra - Mundo - iG" /

Governo quer dividir riqueza dos maiores clubes da Inglaterra

Londres, 7 mai (EFE).- O Governo trabalhista britânico quer iniciar uma reforma radical das finanças da Premier League, na qual os quatro principais clubes dividiriam parte de sua riqueza com outros mais modestos.

EFE |

O ministro da Cultura britânico, Andy Burnham, quer que Liverpool, Manchester United, Arsenal e Chelsea compartilhem seus lucros nas competições europeias com outros clubes de menor expressão, informa hoje o jornal "The Times".

Burnham quer que a verba anual de 1,12 bilhão de euros gerada pelos direitos de televisão e patrocínios sejam distribuídas por igual entre os 20 clubes da Premier League.

O projeto gerou protestos da direção da Premier League em relação ao Governo, que diz agir em interesse da torcida inglesa.

Após meses de negociações entre as duas partes, o ministro da Cultura, que é torcedor do Everton, acredita que a Premier League não levou a sério sua reivindicação a favor de um maior equilíbrio dentro do Campeonato Inglês.

"É preciso permitir que os torcedores continuem sonhando.

Atualmente, a primeira divisão está dividida em três grupos: o de baixo, o do meio e o dos quatro primeiros", disse uma fonte governamental ao "Times".

A proposta mais polêmica é a de que os quatro principais clubes da Inglaterra dividam com os demais pelo menos uma parte de seus lucros na Liga dos Campeões, que vão de 16,8 milhões de euros a 45 milhões de euros, para cada um.

Esse dinheiro é considerado importante para os principais clubes ingleses, especialmente no momento de contratar reforços, o que os ajuda a manter a hegemonia no país. EFE jr/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG