Governo qualifica atentado contra Marriott de o maior do Paquistão

Islamabad, 21 set (EFE) - O Governo paquistanês qualificou hoje o atentado contra o hotel Marriott cometido no sábado de o maior da história do Paquistão, com 53 mortos e 266 feridos até o momento, segundo o ministro de Interior, Rehman Malik.

EFE |

Malik compareceu em entrevista coletiva para explicar o ataque e entregou um vídeo com a seqüência da chegada do caminhão-bomba à entrada do hotel, onde aconteceu uma primeira pequena explosão e um incêndio na cabine do veículo.

Durante vários minutos, o pessoal de segurança do hotel ficou na área sem saber como agir perante o caminhão em chamas, que estava carregado com 600 quilos de explosivos de alta qualidade (TNT e RDX), até que ocorreu a segunda e mais grave explosão. EFE igb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG