Governo português marca eleições municipais para 11 de outubro

Lisboa, 26 jun (EFE).- O Governo português anunciou hoje que as próximas eleições municipais foram marcadas para o dia 11 de outubro e que o presidente fixará a polêmica data para as eleições gerais, que devem acontecer nas próximas semanas.

EFE |

O Partido Socialista, que governa Portugal com maioria absoluta, e as forças da esquerda querem realizar as duas eleições em datas diferentes, mas o principal partido de oposição, o Partido Social Democrata (PSD) prefere que aconteçam no mesmo dia.

Os partidos acreditam que a realização das eleições conjuntas ou separadas pode influir em seus resultados, embora o PSD argumente razões econômicas e de saturação dos cidadãos para apoiar a coincidência das datas.

O presidente, Aníbal Cavaco Silva, líder histórico do PSD, dá a última palavra sobre a questão, já que, entre suas prerrogativas, está a de escolher a data das eleições legislativas.

Seu prazo para o anúncio é maior que o que o primeiro-ministro socialista José Sócrates teve para as municipais, por isso o presidente, quer divulgar sua decisão ainda neste mês e poderia optar por convocá-las no mesmo dia.

A realização das eleições municipais, que da mesma forma que as legislativas acontecem a cada quatro anos, foi anunciada pelo Conselho de Ministros do país.

Cavaco Silva, também se reuniu com os líderes dos partidos para preparar sua decisão sobre a data das legislativas e, ainda sem pronunciar-se em nenhum sentido, apontou que "algumas enquetes" indicam que a maioria dos cidadãos prefere uma realização conjunta.

EFE mrl/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG