Governo paquistanês reúne partidos para pactuar política de segurança

Islamabad, 2 dez (EFE).- Representantes de todos os partidos políticos do Paquistão se reúnem hoje, a pedido do Governo, em uma conferência de segurança nacional, com vistas a pactuar a posição do país em relação à Índia após os atentados de Mumbai.

EFE |

O encontro começará por volta das 14h30 locais (6h30 de Brasília) na residência do primeiro-ministro, Yousef Raza Guilani, e está previsto que seja assistida por dirigentes de partidos tanto parlamentares como extraparlamentários, assim como membros do Executivo.

A conferência, qualificada por fontes governamentais como "vital para o Paquistão", foi apoiada pelos diferentes partidos políticos após os atentados de Mumbai.

As autoridades indianas apontaram desde o primeiro momento para "elementos do Paquistão" como os responsáveis pela série de atentados na capital financeira indiana que deixaram pelo menos 188 mortos.

A Índia acusou o grupo terrorista caxemiriano Lashkar-e-Toiba, que opera em solo paquistanês.

O Governo do Paquistão ofereceu à Índia toda a cooperação necessária nas investigações dos atentados de Mumbai, mas nos círculos políticos do país existe certo mal-estar pelas acusações procedentes do país vizinho. EFE igb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG