O primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad, anunciou neste sábado que apresentou a demissão de seu governo ao presidente Mahmud Abbas para permitir a constituição de um executivo de consenso nacional como parte da reconciliação com o Hamas.

"A demissão do governo terá efeito a partir da formação de um governo de consenso nacional, no mais tardar no final do mês em curso", anunciou o gabinete de Fayyad em um comunicado.

Fayyad foi nomeado em junho de 2007 depois do cessar do governo formado pelo Hamas por causa da violenta tomada de poder do partido radical na Faixa de Gaza.

As conversações de reconciliação entre Abbas e o Hamas começaram no final de fevereiro, no Egito.

ezz-dlm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.