Londres - O Governo Barack Obama está preparando uma carta dirigida ao povo iraniano, que Washington espera que contribua para melhorar as relações entre os dois países e abra a porta a conversas diretas bilaterais.

Assim revela nesta quinta-feira o jornal britânico "The Guardian", que aponta que funcionários do Departamento de Estado trabalham em diferentes esboços dessa carta desde a eleição do novo presidente, em 4 de novembro.

A carta em questão é resposta a um longo desejo de felicitação que o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, enviou a Obama em 6 de novembro.

Segundo diplomatas dos Estados Unidos consultados pelo jornal, o envio da carta por parte de Obama constituiria um gesto simbólico que imporia um tom diferente do hostil adotado pelo Governo George W. Bush.

Embora o tom seja conciliatório, a carta faz uma chamada a Teerã para que ponha fim ao que os EUA consideram patrocínio estatal ao terrorismo.

A nova secretária de Estado americana, Hillary Clinton, está estudando a carta, que pode fazer parte de uma drástica revisão da política americana em relação ao Irã.

Leia mais sobre Irã

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.