Governo Morales não descarta mediação do Brasil em conflito

La Paz, 11 set (EFE).- O Governo da Bolívia não descartou hoje que países amigos, como Argentina, Brasil e Colômbia, façam um trabalho de mediação com a oposição, mas só pedirá que enviem missões quando esteja preparado o caminho do diálogo.

EFE |

O ministro das Relações Exteriores, David Choquehuanca, disse em coletiva de imprensa que os chanceleres desses países não chegarão à Bolívia por enquanto, até que haja condições para dialogar com a possibilidade de solucionar os conflitos do país.

Segundo o ministro, os chamados "países amigos" podem fazer um trabalho de facilitação para que os bolivianos possam "encontrar uma saída dialogada e pacífica" para a atual crise provocada pela confusão suscitada em várias regiões governadas por opositores.

Ele ressaltou que há uma permanente preocupação com a situação da Bolívia em várias nações que declararam seu apoio ao presidente Morales e à democracia boliviana. EFE ja/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG