Governo japonês anuncia pacote para estimular economia

O primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, anunciou nesta quinta-feira um plano de US$ 270 bilhões para estimular a economia do país. As medidas incluem alívio fiscal para indivíduos e ajuda a pequenas empresas, além de outras medidas para impulsionar a economia, como redução nos pedágios de estradas.

BBC Brasil |

Falando ao vivo na TV, o premiê disse que a crise financeira global é "um evento que ocorre uma vez em cada século".

Segundo o correspondente da BBC em Tóquio, John Sudworth, ele parecia uma mistura de político com meteorologista, usando a analogia de ventos financeiros uivantes, dos quais as pessoas precisam se abrigar com o plano de estímulo econômico.

"Não devemos temer a violenta tempestade, nem deixar que o tufão nos sopre para longe", disse ele.

Entre os US$ 270 bilhões do pacote, cerca de US$ 50 bilhões são dinheiro novo.

O Japão já tem uma alta dívida pública, mas o governo afirma que não vai precisar emprestar mais dinheiro para financiar o pacote.

Os críticos do governo, no entanto, disseram que o plano seria um suborno para atrair eleitores pouco antes das eleições gerais.

Aso, no entanto, pareceu indicar que as eleições ainda podem demorar algum tempo. "O foco do público está na economia, não na política", disse ele.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG