Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Governo irlandês vai injetar dinheiro no setor bancário, diz jornal

DUBLIN (Reuters) - O governo da Irlanda se prepara para injetar bilhões de euros em moeda corrente para ajudar a recapitalizar o setor bancário, disse o jornal Sunday Business Post. O ministro da Fazenda, no entanto, se recusou a comentar a reportagem.

Reuters |

Por seu turno, o diário Sunday Times disse que a gerência do Anglo Irish Bank tenta evitar uma possível estatização do grupo depois que os preços de suas ações despencaram a 31 centavos de euro na sexta-feira.

O Anglo Irish Bank também se recusou a comentar a reportagem.

A Irlanda foi um dos primeiros países a reagir à crise de crédito com uma garantia de dois anos a dívidas bancárias no valor de cerca de 440 bilhões de euros (583,7 bilhões de dólares), mas não salvou nem nacionalizou nenhum banco.

Seis instituições irlandesas se inscreveram para o plano, incluindo os quatro bancos listados do país.

Sem citar fontes, o Sunday Business Post disse que autoridades do ministério da fazenda e da Agência de Administração do Tesouro Nacional, o braço do estado que realiza empréstimos, discutem quanto os principais bancos podem necessitar. O jornal acrescentou que os planos de recapitalização podem não estar finalizados ainda.

O ministro da fazenda Brian Lenihan disse no mês passado que qualquer envolvimento do estado nos bancos seria considerado caso a caso e que o governo não propôs a consolidação do setor.

Relatos da mídia irlandesa neste domingo afirmam que o Anglo Irish Bank propôs aumentar seu capital lançando novas ações e pediu ao governo que as garantisse e comprasse todas as ações que os investidores não adquirissem.

O Sunday Times disse que o governo negou o pedido, enquanto o Sunday Business Post disse que o estado ainda não tomou uma decisão final, embora tenha reservas à proposta.

O sentimento dos investidores em relação ao Anglo Irish Bank continuou a azedar diante de sua exposição a um mercado imobiliário em dificuldades.

Os corretores têm dito que o banco errou suas previsões de perdas com empréstimos e pode ter problemas para levar capital adicional.

O Anglo Irish Bank disse este mês que sua receita anual caiu 34 por cento depois de movimentar uma larga provisão contra empréstimos ruins, mas acrescentou que os acionistas apóiam uma possível ação para obter um capital extra.

O Sunday Business Post disse que o banco francês BNP Paribas vem sendo sondado sobre uma participação na consolidação no setor bancário irlandês, tendo o EBS como possível alvo.

O BNP Paribas não estava disponível para comentários e o EBS se recusou a fazer declarações.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG