Governo interino do Quirguistão enfrenta novos protestos

O governo interino do Quirguistão enfrenta neste domingo novos protestos no sul do país, depois que simpatizantes do presidente deposto cercaram a sede do governo regional.

Reuters |

Kurmanbek Bakiyev, derrubado após violenta revolta em 7 de abril, se exilou na semana passada após dias de turbulência, ameaça de guerra civil e interrupção de vôos militares de uma base aérea norte-americana que apóia operações no Afeganistão.

O governo interino, que ainda tem de ser reconhecido internacionalmente, diz que controla o país da Ásia Central, mas a situação ainda parece incerta no sul, reduto do presidente deposto.

Os problemas no Quirguistão são motivos de preocupação para os Estados Unidos e a Rússia, pois ambos operam bases aéreas no país pobre, muçulmano, com 5,3 milhões de habitantes.

No fim deste sábado, os simpatizantes do deposto Bakiyev entraram na sede do governo regional na cidade de Jalal-Abad e chegaram a tomar o canal de TV local, segundo testemunhas.

Repórteres da Reuters afirmam que o prédio é agora guardado por homens que se dizem leais Bakiyev. A situação era calma, e não havia forças de segurança à vista.

Algumas dezenas de manifestantes permanecem do lado fora e levam cartazes com mensagens de apoio ao ministro da Defesa de Bakiyev. O ministro foi preso na semana passada.

No sábado, um grupo de pessoas atirou pedras em Bolotbek Sherniyazov, dirigente do governo interino, depois que ele chegou para liderar a prisão de homens leais a Bakiyev.

Turbulências no sul do Quirguistão são preocupantes. O local está em região da Ásia Central onde centenas morreram em conflitos étnicos na década de 1990.

Radicais do governo interino do Quirguistão têm defendido o fechamento da base norte-americana e acusado os Estados Unidos de ignorar os abusos de Bakiyev.

O novo governo até agora tem afirmado que vai respeitar os acordos com os Estados Unidos e permitir que se ele renove por mais um ano.

Leia mais sobre Quirguistão

    Leia tudo sobre: quirguistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG