Governo injetará 4 bi de euros no sistema bancário português

Lisboa, 2 nov (EFE).- O Governo injetará 4 bilhões de euros no sistema bancário português para reforçar a solidez das instituições financeiras, anunciou hoje o ministro das Finanças luso, Fernando Teixeira dos Santos.

EFE |

Após um Conselho de Ministro extraordinário, Teixeira dos Santos justificou a medida como uma forma de "estabelecer um mecanismo de apoio aos bancos em sua tentativa de reforçar a solidez financeira".

A medida anunciada hoje segue à lei aprovada pelo Parlamento luso em 20 de outubro, que dá ao Estado direito de transferir fundos para os bancos por um valor de até 20 bilhões de euros.

Teixeira dos Santos esclareceu, além disso, que o presidente do Banco de Portugal (central), Vítor Constancio, exigirá às entidades financeiras lusas, como contrapartida, que mantenham um nível de solvência correspondente a 8% de seus fundos próprios.

"Isso obrigará as instituições a reforçar a solidez financeira", sustentou Teixeira dos Santos, que lembrou que a medida é similar às tomadas em outros países da União Européia (UE).

Teixeira dos Santos anunciou também hoje que proporá ao Parlamento, onde conta com maioria absoluta, a nacionalização do Banco Português de Negócios.

O ministro antecipou que o Executivo "se viu obrigado" a propor isso porque a entidade enfrentava uma "iminente moratória" pelos 700 milhões de euros de perdas e a aprovação de medidas para pagar provedores do Estado uma dívida atrasada de 2,45 bilhões de euros.

EFE arm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG