Governo hondurenho de fato renunciará à Alba

O governo hondurenho de fato de Roberto Micheletti anunciou na noite de terça-feira que o país vai abandonar a Alternativa Bolivariana das Américas (Alba), comandada pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

AFP |

"O tratado da Alba será denunciado como qualquer tratado, amanhã (quarta-feira) será feito no Congresso Nacional", afirmou o ministro da Presidência, Rafael Pineda Ponce, após uma reunião de Micheletti com o Conselho de Ministros.

Ele lembrou que Chávez chegou inclusive a ameaçar invadir o país após a destituição em 28 de junho do presidente Manuel Zelaya, que fez Honduras aderir à Alba.

Pineda Ponce reconheceu que Honduras tem uma dívida com a Venezuela, cujo valor não foi divulgado, mas disse que a mesma será paga nos termos que foi assinada.

O governo de Micheletti anunciou a decisão, apesar de estar no fim, já que ele entregará o poder em 27 de janeiro de 2010 ao conservador Porfirio Lobo, vencedor das eleições de 29 de novembro.

Uma reunião de cúpula da Alba na semana passada em Havana acusou o governo dos Estados Unidos de apoiar o golpe de Estado contra Zelaya e reiterou que a aliança não reconhece as eleições de 29 de novembro.

nl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG