Governo haitiano planeja evacuações em massa para evitar epidemias

Porto Príncipe, 16 jan (EFE).- O Governo haitiano prepara planos de deslocamento em massa dos desabrigados pelo terremoto de terça-feira passada, cujo número está estimado em 600 mil pessoas, disseram à Agência Efe fontes oficiais.

EFE |

"Em muitos casos vamos ter que proceder ao deslocamento da população, e planejamos construir acampamentos provisórios para receber as vítimas" para evitar epidemias, disse o ministro do Interior haitiano, Antoine Bien-Aimé.

Segundo o ministro, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) entregou uma grande quantidade de tendas de campanha para os desabrigados, mas o Governo ainda não começou a distribui-las por ainda não ter decidido "se é melhor dar as tendas ou deslocá-los em massa", disse.

O ministro da Saúde haitiano, Alex Larsen, confirmou à Efe os últimos números disponíveis de vítimas: poucos mais de 25 mil cadáveres já encontrados e enterrados, e um cálculo de "70 mil mortos ou mais só em Porto Príncipe", sem contar os do resto do país, enquanto o número de feridos "é impossível de contar".

Seu colega de Interior assegurou que em todo o país deve haver ao redor de 100 mil mortos.

Por enquanto, os mortos estão sendo depositados em valas comuns e tratados com cal virgem antes de serem cobertos com terra, mas o ministro não descartou ter que recorrer a cremações em massa.

"É algo que ainda não decidimos", admitiu Larsen. EFE fjo/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG