Governo filipino eleva a 240 número de mortos por tempestade

MANILA - Pelo menos 240 pessoas morreram e outras 37 continuam desaparecidas três dias depois de a tempestade tropical Ketsana ter arrasado a ilha de Luzon, nas Filipinas, segundo os últimos números do Governo.

EFE |

AP
Moradores do subúrbio de Manila recebem mantimentos

Moradores do subúrbio de Manila fazem fila para receber mantimentos

O Centro Nacional de Coordenação de Desastres informou hoje sobre mais 100 mortos após identificar mais de 90 corpos encontrados na capital, enquanto quase 375 mil desabrigados estão acolhidos em centros de refugiados.

As autoridades admitiram não ter recursos suficientes para um desastre dessa magnitude e o Governo pedirá ajuda internacional para as quase 1,8 milhão de pessoas afetadas pelas chuvas.

Cerca de 80 mil pessoas já puderam voltar a seus lares, mas nas zonas mais devastadas ainda há uma grave escassez de alimentos, água potável e remédios. O estado de catástrofe declarado no sábado em Manila e outras 25 províncias segue mantido.

Por enquanto, os danos econômicos são calculados em pelo menos 109,1 milhões de pesos (US$ 2,29 milhões), sobretudo em infraestrutura e casas danificadas pela água.

Leia mais sobre Filipinas

    Leia tudo sobre: chuvaenchentefilipinastempestade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG