Governo espera que Farc dêem coordenadas de reféns que libertarão

Bogotá, 5 jan (EFE).- O ministro da Defesa colombiano, Juan Manuel Santos, disse hoje que o Governo do presidente Álvaro Uribe aguarda que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) cumpram sua palavra e entreguem as coordenadas dos seqüestrados que a guerrilha anunciou que libertará.

EFE |

"Estamos esperando que cumpram sua palavra. Não é mais que digam onde estão os seqüestrados e nos dêem as coordenadas (geográficas), para ir atrás deles", disse Santos a jornalistas.

O grupo anunciou em 21 de dezembro que libertaria, de maneira unilateral, os políticos Alan Jara e Sigifredo López, assim como quatro membros da polícia, os quais não identificaram.

No mesmo dia, pediram à senadora opositora Piedad Córdoba que "lidere" o grupo de recepção dos reféns.

O ministro advertiu também de que alguns porta-vozes das Farc "estão querendo dilatar o processo para atrasar a entrega".

Santos se referiu ao ex-facilitador de paz, o jornalista Carlos Lozano, diretor do semanário comunista "Voz", que assegurou também hoje que, "antes de terminar janeiro", os seis reféns seriam libertados. EFE rrm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG