Governo espanhol diz que identificação de maioria das vítimas termina amanhã

MADRI - O Governo espanhol afirmou neste sábado que até amanhã será concluída a identificação da maioria das cem vítimas ainda não reconhecidas após o acidente aéreo de quarta-feira no aeroporto de Madri.

EFE |

  • Veja a galeria de fotos do acidente
  •  Vídeo: Vídeo contradiz versão de explosão em motor de avião
  • Vídeo: Dezenove feridos seguem internados
  •  Vídeo: Avião passou por revisão em janeiro
  •  Vídeo: Mais imagens da tragédia em Madri
  • Avião deu uma "sacudida brutal", diz sobrevivente
  • "É a coisa mais próxima do inferno que eu já vi"
  • "Vi corpos por todos os lados", conta sobrevivente

  • Avião da Spanair ficou totalmente destruído / EFE

    Assim informou o ministro do Interior, Alfredo Pérez Rubalcaba, que visitou em um hospital da capital espanhola alguns dos 19 feridos na tragédia.

    Rubalcaba disse ainda que os trabalhos de verificação por DNA começaram hoje e permitirão a identificação da maioria dos 153 mortos no acidente de quarta-feira, dos quais 53 tiveram sua identidade revelada por análises de impressões digitais.

    No entanto, o ministro advertiu que algumas identificações podem ficar pendentes, devido à falta de DNAs de referência, casos de vítimas estrangeiras ou de uma criança adotada, por exemplo.

    "Estamos trabalhando o mais rápido possível, tanto a Polícia como a Guarda civil e o Instituto Médico Legal", declarou.

    Apesar das dificuldades, o ministro disse estar confiante de que, no fim, todas as vítimas terão sido identificadas.

    Sobre o mal-estar entre os parentes dos mortos e a companhia aérea Spanair, acusada de esconder informações sobre as causas da tragédia, o ministro preferiu não se manifestar.

    No entanto, Rubalcaba disse entender a dor das famílias e reiterou que o Governo está empenhado em acabar o mais rápido possível com os trabalhos de identificação.

    "No fim, saberemos o que aconteceu. Devemos isso às vítimas", acrescentou o ministro, segundo quem o avião MD-82 é um modelo que continua, razão pela qual "é de interesse de toda a aviação mundial saber o que exatamente aconteceu".

    Veja as primeiras imagens do acidente abaixo:

    Leia também:

    Leia mais sobre: Espanha  - acidente de avião

      Leia tudo sobre: aviãoespanhamadrimortostragédia

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG