Governo equatoriano desmente rumor sobre desestabilização nas Forças Armadas

Quito, 9 jan (EFE).- O Ministério da Defesa do Equador assegurou hoje que é mentira os rumores que circulam sobre desestabilização nas Forças Armadas e que a situação é completamente normal.

EFE |

"A situação é completamente normal. O que existe na realidade é uma rede que tenta golpear as portas dos quartéis. Não sei com que fins. O que posso dizer, com absoluta franqueza e transparência, é que não existe absolutamente nenhum problema", declarou o vice-ministro da Defesa, Miguel Carvajal em uma entrevista à rádio local "Sonorama".

O vice-ministro assegurou que "é mentira que o Instituto de Seguridade Social das Forças Armadas vá quebrar, é mentira que os salários vão ser congelados e é mentira que os aposentados não vão ser pagos (...)".

Carvajal acrescentou que "é perverso e irresponsável que se continue com este tipo de rumores", rumores que, segundo ele "tendem a gerar uma imagem, uma percepção de desestabilização nas Forças Armadas".

Por outro lado, ele disse que a crise econômica provocará um reajuste nas prioridades de aquisições de equipamentos técnicos para as Forças Armadas, ressaltando que fortalecer a segurança na fronteira norte com a Colômbia continuará sendo primordial.

"Não podemos olhar para outro lado, temos que continuar fortalecendo a política soberana", disse o respeito. EFE ic/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG