Governo e oposição perto de um acordo para pacificar a Bolívia

LA PAZ - O governo boliviano e um representante dos cinco governadores opositores esperam assinar um documento para estabelecer as bases de um acordo nacional para superar a crise política que abala a Bolívia, informaram fontes de ambos setores à imprensa.

Redação com agências internacionais |


Clique para ver a galeria de fotos dos protestos na Bolívia

Em uma terceira reunião de aproximação, prevista para a noite desta segunda-feira, se tentará assinar um documento detalhando as condições do diálogo, segundo afirmou o vice-ministro da Descentralização, Fabián Yaksic. "Conseguimos avanços importantes", declarou.

O documento - que definirá a agenda de futuras negociações - deve ser assinado quando o presidente Evo Morales retornar de uma reunião da Unasul , que acontece em Santiago do Chile para buscar saídas para a crise política boliviana.

Ao mesmo tempo, os bloqueios de estrada mantidos por grupos civis no departamento boliviano de Santa Cruz foram levantados, informou Brian Costas, chefe do comitê cívico da região.

O acesso ao aeroporto internacional Viru Viru de Santa Cruz também foi restabelecido, conforme prometido na véspera pelo comitê civil dessa região que é reduto da oposição.


Grupos de oposição protestam na Bolívia / AP

Crise política na Bolívia

A Bolívia vive há semanas uma onda de protestos contra o governo em várias regiões do país controladas pela oposição, que gerou choques desde terça-feira passada.

Os governadores regionais opositores de Santa Cruz, Beni, Pando, Tarija e Chuquisaca exigem que Morales devolva a receita petrolífera que as regiões recebiam pelo Imposto Direto aos Hidrocarbonetos (IDH) e que o Governo cortou para dar um auxílio direto aos idosos.

Estes governadores promoveram processos de autogoverno em suas regiões que o Executivo qualifica de "ilegais" e "separatistas". Também rejeitam frontalmente a Constituição impulsionada por Morales e suas bases.


Mapa político da Bolívia

Leia também:

Leia mais sobre: crise na Bolívia

    Leia tudo sobre: bolívia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG