Governo e Oposição do Zimbábue retomam negociação

Johanesburgo, 25 nov (EFE).- A União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF) e o opositor Movimento para a Mudança Democrática (MDC) retomaram hoje, na África do Sul, negociações para a formação de um Governo de união nacional.

EFE |

As conversas entre negociadores dos dois grupos aconteceram a portas fechadas em Pretória, com a mediação do ex-presidente sul-africano Thabo Mbeki, segundo informou à imprensa porta-vozes governamentais, que evitaram especificar o local da reunião.

A reunião de hoje é para discutir uma emenda constitucional que estabelecerá os poderes do opositor Morgan Tsvangirai como primeiro-ministro, cargo que foi abolido em 1987, quando Robert Mugabe, que o ocupava, se tornou o Presidente do Zimbábue.

A restauração do cargo é o único obstáculo que impede a formação do Governo de unidade, segundo a Zanu-PF e a Comunidade para o Desenvolvimento da África Meridional (SADC), bloco regional responsável pela mediação entre as partes zimbabuanas.

Enquanto isso, a comunidade internacional continua pressionando Mugabe e Tsvangirai para que driblem suas diferenças e concretizem em termos práticos o acordo que assinaram em setembro, podendo se concentrar, depois, na resolução da crise econômica e humanitária em que o Zimbábue está imerso. EFE jm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG