Governo do Sri Lanka eleva para 200 os rebeldes mortos em ofensiva militar

Nova Délhi, 9 mar (EFE).- O Governo do Sri Lanka elevou hoje para 200 o número de rebeldes mortos na ofensiva lançada por suas tropas na quinta-feira passada em Mullaitivu, o último reduto da guerrilha tâmil.

EFE |

Em nota, o Ministério da Defesa cingalês disse que as tropas já encotraram os corpos de 150 rebeldes mortos no sul do distrito de Mullaitivu, no nordeste da ilha.

Ontem, o Governo disse ter matado "mais de cem" membros da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE). Porém, nesta segunda, elevou o saldo para 200, e ainda mostrou fotos com dezenas de cadáveres ensanguentados aos pés dos militares cingaleses.

Os tâmeis, por sua vez, voltaram a acusar o Exército da morte de 71 civis "nas últimas 36 horas" na "zona de segurança" criada pelo Governo em Mullaitivu.

No fim de semana, o portal "Tamil.net" já havia dito que outras 208 pessoas foram mortas pelos militares cingaleses desde a última quinta-feira. EFE amp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG