Governo do Iraque decreta luto por morte de político

Bagdá, 27 ago (EFE).- O Governo iraquiano decretou hoje três dias de luto nacional pela morte nesta quarta-feira de um dos políticos xiitas mais influentes do país, Abdel Aziz al-Hakim, que se tratava de um câncer de pulmão em Teerã (Irã).

EFE |

O corpo de Hakim, de 56 anos, deve chegar ao Iraque nas próximas horas. Mesmo na capital iraniana, centenas pessoas o homenagearam nas ruas.

No Iraque, o político será enterrado na cidade santa de Najaf, cerca de 160 quilômetros ao sul de Bagdá. Antes, seu corpo vai ser velado na capital.

Hakim despontou como um dos principais líderes políticos do país em 2003, quando, após a morte do irmão num atentado, assumiu a chefia do Conselho Supremo para a Revolução Islâmica do Iraque, principal partido xiita da nação.

Segundo os analistas, a morte do político xiita pode provocar uma disputa pelo poder no Conselho Supremo Islâmico do Iraque, que há dois anos suprimiu a palavra "revolução" de seu nome. EFE am/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG