Governo do Hamas impedirá saída de líderes do Fatah da Faixa de Gaza

Gaza, 19 ago (EFE).- O Governo do Hamas na Faixa de Gaza decidiu que impedirá que qualquer líder do Fatah deixe esta localidade, informou hoje o porta-voz do primeiro movimento, Taher al-Nunu.

EFE |

A decisão foi tomada após o Governo do Hamas, que controla Gaza desde junho de 2007, acusar a Autoridade Nacional Palestina (ANP), controlada pelo Fatah e que só exerce sua soberania na Cisjordânia, de não enviar passaportes em branco para Gaza para sua expedição.

Já o Ministério do Interior do Hamas anunciou ontem que entregou seu último passaporte, já que a ANP não envia desde a Cisjordânia estes documentos em branco para sua expedição ou renovação em Gaza.

Embora poucos possam abandonar a Faixa, pois Israel controla a fronteira, os habitantes de Gaza que precisam de um passaporte são, em geral, doentes terminais ou estudantes que não podem cursar ali seus estudos.

"Os líderes do Fatah estão proibidos de viajar até que o problema seja solucionado e que as pessoas sejam capazes de desfrutar de seu direito de terem novos passaportes", afirmam as fontes que pediram anonimato.

A medida afeta principalmente o representante do Fatah em Gaza, Zakarya al-Agha, e seu braço-direito, Ibrahim Abu al-Naya, já que a maior parte dos dirigentes do Fatah fugiu para a Cisjordânia durante os seis dias de confrontos com os membros do Hamas em junho de 2007.

Desde então, o Hamas controla Gaza e a ANP se nega a reconhecer o Governo do Fatah por considerá-lo fruto de um golpe.

A tensão entre os dois movimentos voltou a crescer notavelmente por causa de um atentado em Gaza no dia 25 de julho, que matou cinco milicianos islâmicos e uma menina, e do qual o Hamas responsabiliza o Fatah.

Apesar de terem ficado para trás as batidas maciças e fechamentos de organizações vinculadas a um ou outro grupo que seguiram a este ataque, esta nova medida mostra que a tensão entre Fatah e Hamas continua à flor de pele. EFE sa'ar-ap/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG