Governo do Equador comemora libertação de reféns das Farc

Quito, 2 jul (EFE).- O Governo do Equador comemorou hoje a libertação de Ingrid Betancourt, três americanos e 11 membros da polícia colombiana que, segundo disse, permaneciam ilegalmente retidos pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Em comunicado da Chancelaria, o Governo reiterou que "condena inequivocamente os métodos ilegais empregados pelas Farc e outros grupos armados irregulares".

"O Equador renova sua posição de exigir a libertação imediata e incondicional de todos os demais seqüestrados por esses grupos, por razões humanitárias e em estrito apego e respeito às normas e princípios dos direitos humanos e liberdades fundamentais", afirma o texto.

O Equador mantém rompidas as relações diplomáticas com a Colômbia desde 3 de março, dois dias depois que militares colombianos violassem território equatoriano em uma operação contra um acampamento das Farc no Equador. EFE sm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG