Santiago do Chile, 27 jun (EFE).- O Governo chileno revogará a lei do cobre, uma norma que se remonta à ditadura do ex-presidente Augusto Pinochet e que concede às Forças Armadas 10% das vendas brutas da empresa pública Codelco, a maior produtora de cobre do mundo.

A nova lei, segundo fontes oficiais disseram hoje à Agência Efe, estará aprovada antes do fim do ano e estabelecerá em planos quadrienais as necessidades estratégicas do orçamento de defesa. EFE mf/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.