Governo divulgará em site gastos com Rio 2016 e Copa de 2014

Rio de Janeiro, 15 dez (EFE).- O Governo federal informou hoje que divulgará em um portal na internet todas as informações sobre os gastos públicos com a organização da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.

EFE |

Todas as informações sobre investimentos, projetos e gastos destinados a ambos os eventos serão incluídos no Portal da Transparência, um site que o Governo já utiliza para divulgar detalhes de despesas e obras.

O decreto que regulamenta a divulgação das ações do Governo no Mundial e nos Jogos Olímpicos foi sancionado nesta terça-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo um comunicado divulgado hoje pela Presidência, o objetivo da iniciativa é dar ampla transparência às ações do Governo e permitir que a sociedade possa acompanhar o que for acontecendo.

De acordo com o decreto, o Portal da Transparência terá a partir de quarta-feira duas novas seções, chamadas "Copa 2016" e "Olimpíadas 2016".

Os dados do portal serão atualizados permanentemente pela Controladoria-Geral da União (CGU).

"Todos os órgãos e entidades que administrem recursos e bens da União, inclusive mediante patrocínio, incentivos fiscais, subsídios, subvenções e operações de crédito, estão obrigados a enviar suas informações para a CGU", diz a nota da Presidência.

Entre as informações que serão incluídas no portal estão a programação das ações governamentais, a fonte dos recursos, os órgãos executores, os cronogramas de obras, as licitações, os convênios e os empréstimos de bancos públicos.

A iniciativa é similar a uma de dois meses atrás lançada pela Prefeitura do Rio, também com o objetivo de divulgar na internet todas as despesas destinadas aos Jogos de 2016.

A intenção das duas iniciativas é oferecer transparência e permitir que os cidadãos possam fiscalizar os projetos, de modo a evitar os problemas que surgiram com as obras para os Jogos Pan-Americanos de 2007, cujas contas ainda estão sendo examinadas por diferentes tribunais.

Uma auditoria realizada pelo TCU constatou indícios de irregularidade em alguns dos contratos assinados pela Prefeitura do Rio e pelo Ministério do Esporte para os Jogos Pan-Americanos. EFE cm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG