Governo demite altos comandantes por denúncias de prostituição infantil

Santiago do Chile, 17 jun (EFE).- O Governo da presidente chilena, Michelle Bachelet, demitiu hoje quatro altos chefes da Polícia de Investigações do Chile (PDI, na sigla em espanhol), por sua suposta ligação com uma rede de prostituição infantil.

EFE |

Através de um comunicado, a PDI anunciou que pediu a saída do inspetor Héctor Soto Candia, chefe da Inspetoria Geral da instituição, acusado em denúncias apresentada por uma das vítimas, Gloria Valenzuela, em outubro de 2007.

Bachelet pediu também a saída do inspetor Julio Ibáñez Burgos, chefe da V Região Policial.

Os oficiais Víctor Avellaira Torres, chefe da Região Policial Metropolitana de Santiago e Paulo Portorelli Palacios, chefe da Prefeitura de Valparaíso.

Na sexta-feira passada, a PDI chilena tinha suspendido as funções de cinco dos seis detetives que foram acusados de estarem envolvidos em uma rede de prostituição de menores, que operava em Valparaíso, depois de uma matéria divulgada por um canal de televisão aberto.

A comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados convocou o ministro da Defesa, Francisco Vidal, além do diretor da PDI, Arturo Herrera, e o subsecretário da Polícia civil, Ricardo Navarrete, para testemunhar sobre as denúncias.

Na segunda-feira passada, o subsecretário do Interior, Patrício Rosende, assegurou que, por causa da "explosão de denúncias" feitas pela reportagem, foi pedido à Procuradoria que "entre fundo no assunto, para que se esgotem as investigações rapidamente".

A Assembleia Nacional de Direitos Humanos denunciou na quinta-feira passada que marines americanos violaram meninas durante os exercícios Unitas no país, em 2007.

O advogado de direitos humanos Hugo Gutiérrez afirmou que os delitos foram encobertos pela inteligência chilena.

O comandante da Armada, almirante Rodolfo Codina, saiu em defesa de sua instituição e se mostrou incomodado pela eventual inconsistência da denúncia do advogado. EFE mc/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG