Governo definirá em agosto empresa que renovará frota da FAB

Rio de Janeiro, 22 abr (EFE).- O Governo definirá em agosto próximo a empresa vencedora da licitação que abriu para a aquisição de 36 aviões de combate que renovarão a frota da Força Aérea Brasileira (FAB), informou hoje o ministro Nelson Jobim.

EFE |

Seguem na milionária disputa, após as primeiras fases de habilitação e seleção, a francesa Dassault, com o caça Rafale; a americana Boeing (Super Hornet F/A-18 E/F) e a sueca Saab (Gripen NG).

A licitação prevê que a FAB comece a receber os primeiros aviões adquiridos em 2014 e que o vencedor transferirá ao Brasil parte da tecnologia para a construção dos aviões.

Jobim, em declarações dadas hoje à imprensa no Rio de Janeiro, afirmou que graças a essa transferência tecnológica a renovação da frota brasileira de aviões de combate fortalecerá a indústria nacional de defesa.

"Não estamos nos armando porque existe uma ameaça ou um inimigo, mas para promover a capacitação nacional", afirmou o ministro.

"Queremos que o Brasil tenha capacidade tecnológica para construir esses aviões, pois toda essa tecnologia é importante em uma aliança para o desenvolvimento nacional, já que também será transferida à aviação civil", completou.

A antiga estatal Embraer é a quarta maior fabricante mundial de aviões e líder no mercado de aeronaves em voos regionais, mas também produz aviões militares.

Segundo a Aeronáutica, os 36 aviões que serão adquiridos substituirão todos os modelos de caça que a FAB tem atualmente (Mirage 2000, F-5M e A-1M) com a única exceção dos Super Tucano, que são produzidos por Embraer e usados em operações de fiscalização nas fronteiras e de combate ao narcotráfico.

A disputa pela licitação teve seu último capítulo na semana passada, quando Boeing, Dassault e Saab aproveitaram uma feira de equipamentos militares no Rio para expor suas tecnologias e defender seus projetos.

As três empresas terão que apresentar em junho sua última oferta.

EFE cm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG