Governo de Obama acredita que Chrysler escapará da quebra

Washington, 29 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje estar muito otimista com que a Chrysler consiga se manter como uma montadora de automóveis viável, depois das concessões feitas pelos sindicatos e pelos credores.

EFE |

"Estou realmente muito otimista, mais otimista do que estava há 30 dias, com que poderemos ver uma resolução que mantenha a Chrysler como uma fabricante de automóveis viável", disse Obama em entrevista coletiva.

O presidente mencionou os "sacrifícios" adicionais aos quais se comprometeram os sindicatos e as concessões potenciais apresentadas pelos maiores detentores da dívida de Chrysler.

"Todo isso aponta para a possibilidade de que possa haver uma fusão entre Fiat e Chrysler", ressaltou Obama.

"Os detalhes não foram definidos, portanto não quero me adiantar", afirmou.

Amanhã termina o prazo dado por Obama para que a Chrysler elabore um plano de reestruturação que permita à empresa evitar a quebra.

EFE cma/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG