Tegucigalpa, 27 set (EFE).- O Governo golpista de Honduras justificou hoje a proibição da entrada no país de três funcionários da Organização dos Estados Americanos (OEA) ao dizer que este não era este o momento processual oportuno.

EFE jlp/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.