HARARE (Reuters) - O presidente do Zimbábue Robert Mugabe pode assimar um acordo para divisão e poder com a oposição no domingo, depois de mais de duas semanas de conversas tentando por fim à crise pós-eleitoral, disse um oficial do partido governista neste sábado. O oficial disse que o partido Zanu-PF quer unidade no governo que tem um mandato de cinco anos e que concordou em ter o líder do Movimento por Mudança Democrática, Morgan Tsvangirai, como primeiro-ministro, embora seus poderes ainda estejam em discussão.

'Antecipamos que isso pode ser assinado amanhã, depois que os líderes tiverem se encontrado para acertar os assuntos restantes', disse o oficial à Reuters.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.