Bangcoc, 7 abr (EFE).- O primeiro-ministro da Tailândia, Abhisit Vejjajiva, declarou hoje estado de exceção em Bangcoc, depois que os manifestantes antigovernamentais invadiram o Parlamento.

A medida confere poder ao Exército para atuar no controle da segurança, proibir assembleias e declarar toque de recolher. EFE grc/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.