Governo da Tailândia adia sessão para escolher novo premiê

Bangcoc, 5 dez (EFE).- O Governo interino da Tailândia adiou a sessão parlamentar para escolher o novo primeiro-ministro do país, prevista para o começo da próxima semana, confirmaram hoje fontes oficiais.

EFE |

A decisão prolongará a incerteza política vivida no país após a suspensão dos protestos contra o Governo de Somchai Wongsawat, obrigado a deixar o poder por ser considerado culpado pelo Tribunal Constitucional de fraude eleitoral.

"O porta-voz da Câmara Baixa estudará o momento mais apropriado para realizar a assembléia na qual será escolhido o novo primeiro-ministro", indicou o porta-voz do Executivo, Nattawut Saikuar.

Em princípio, os parlamentares estavam convocados para decidir o futuro político do país na segunda e terça-feira da próxima semana.

O Tribunal Constitucional também ordenou na terça-feira passada a dissolução do Partido do Poder Popular (PPP) e de outras duas legendas da coalizão governamental.

Após a decisão, os líderes da Aliança do Povo para a Democracia puseram fim a oito meses de protestos, que culminaram com a ocupação da sede do Governo durante mais de 90 dias e o fechamento dos dois aeroportos de Bangcoc por mais de uma semana. EFE grc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG