Mogadíscio, 9 jun (EFE).- O Governo de transição somali e várias facções da Aliança para a Nova Libertação da Somália (ANLS) chegaram hoje a um acordo de cessar-fogo, graças à mediação da ONU, que reuniu representantes das duas partes na vizinha República do Djibuti.

As conversas tiveram início no último dia 2, quando membros do Conselho de Segurança (CS) da ONU visitaram várias áreas de conflito na África.

Os membros do CS tentaram incluir nas negociações os guerrilheiros do grupo Al Shabab, ligado à Al Qaeda. Mas os rebeldes se recusaram a participar da iniciativa.

Segundo o representante do secretário-geral da ONU para a Somália, Amehdou Ould Abdallah, "a trégua alcançada hoje será seguida por outros acordos". EFE aa/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.