Governo da Geórgia admite que não calculou resposta russa

A Geórgia não esperava que a Rússia respondesse com uma demostração de força sua incursão na Ossétia do Sul e não estava preparada para a posterior ofensiva militar, admitiu nesta sexta-feira o vice-ministro georgiano da Defesa, Batu Kutelia.

AFP |

Em entrevista ao jornal Financial Times, Kutelia disse que, "lamentavelmente (...) não estávamos preparados para este tipo de eventualidade".

Kutelia reconheceu que a Geórgia não tinha defesas antitanque e antiaéreas suficientes quando agiu na Ossétia do Sul, mas estimou que "naquele momento, não havia escolha".

Tanques russos entraram na Geórgia no dia 8 de agosto, inicialmente para impedir uma tentativa do Exército georgiano de tomar o controle da Ossétia do Sul.

As tropas georgianas foram posteriormente expulsas da Abkházia, outra região separatista, enquanto a Rússia assumia o controle de diversas cidades, bases militares e estradas da Geórgia.

psr/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG