implacável com separatistas - Mundo - iG" /

Governo da Bolívia diz que será implacável com separatistas

La Paz, 22 abr (EFE).- O Governo da Bolívia afirmou hoje que será implacável com os que atentarem contra a unidade do país, pouco após saber que um suposto grupo terrorista tinha como objetivo lutar pela independência da região de Santa Cruz.

EFE |

O vice-presidente Álvaro García Linera declarou nesta quarta que o Executivo será "firme, contundente e implacável" contra os que atentaram contra "a integridade territorial da Bolívia" e responderá com todos os meios aos ataques.

"Não vamos negociar a integridade da pátria. Não vamos ter clemência com ninguém que tente e que tentou preparar a separação da pátria", ressaltou o vice-presidente perante a imprensa, após uma reunião com ministros.

García Linera aludiu às revelações feitas pelo suposto terrorista Eduardo Rózsa Flores em um vídeo divulgado pela imprensa da Hungria e que foi gravado em setembro passado.

Rózsa, que tem as nacionalidades boliviana, croata e húngara, foi morto pela Polícia na semana passada em uma operação em que também morreram o irlandês Mike Dwyer e o romeno Magyarosi Arpak. Foram capturados, na mesma batida, o boliviano-croata Mario Tadic Astorga e o húngaro Elod Tóaso.

No vídeo, Rózsa assinala que "a situação vai piorando e se teme atos violentos no país" e reconheceu que a metade sua luta era "declarar a independência de Santa Cruz, com métodos pacíficos, mas mostrando força".

"Teme-se que o Governo ataque a província. Estamos preparados para declarar em poucos meses a independência e fazer um novo país", ressaltou Rózsa antes de partir para a Bolívia.

García Linera disse hoje que essas declarações contundentes "confirmam e validam como uma nova prova as informações preliminares de Governo em relação às intenções violentas, armadas, antidemocráticas e separatistas" do grupo. EFE lav/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG