Os furacões que devastaram Cuba nas últimas semanas aceleraram as reformas políticas na ilha. As autoridades cubanas adiantaram a data para os cubanos se candidatarem a um pedaço de terra do Estado para esta quinta-feira, dia 18 de setembro.

Os camponeses podem aumentar suas posses para 40 hectares, enquanto que cubanos sem terra podem se candidatar a cerca de 13 hectares.

Mesmo antes da passagem dos furacões, Cuba estava passando por um momento difícil por causa da alta dos preços dos alimentos e combustíveis.

A ilha importa 85% de sua comida, o que deve custar ao governo cerca de US$ 2 bilhões este ano.

A distribuição de terra é uma das reformas introduzidas por Raúl Castro, após assumir a Presidência do país em fevereiro.

Ele quer revitalizar o setor agrícola cubano, enfraquecido por décadas de má administração governamental.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.