Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Governo cubano elimina teto salarial para aumentar produtividade

O governo de Raúl Castro anunciou nesta quarta-feira a eliminação em Cuba do teto salarial e a aplicação do pagamento conforme o rendimento no trabalho a fim de aumentar a produtividade das empresas e acabar com o igualitarismo e o paternalismo na economia, segundo o jornal oficial Granma.

AFP |

Apesar de a resolução ter sido aprovada em fevereiro passado pelo ministério do Trabalho, o vice-ministro dessa pasta, Carlos Mateu, explicou a nova medida à população através do jornal, ao precisar que as empresas que definirem seu novo sistema de pagamento pode aplicá-lo de imediato, e o mesmo deverá estar completamente implantado até setembro.

Mateu explicou que, em Cuba, sempre existiu uma tendência de que todos recebam o mesmo pagamento e esse igualitarismo "não é conveniente".

"O novo sistema de pagamento deve ser visto como uma ferramenta que ajuda a obter melhores resultados produtivos e de serviços", acrescentou.

Com um salário médio de 17 dólares (408 pesos) por mês, os cubanos se queixam regularmente das baixas rendas que recebem por seu trabalho em relação aos preços dos alimentos, roupa, calçados e outros artigos.

A nova política salarial se soma a uma série de mudanças adotadas por Raúl Castro como a divisão de terras, melhores preços aos produtores, créditos e descentralização das decisões aplicadas pelo novo Governo na agricultura, em seus três meses de gestão.

Leia mais sobre: Cuba

Leia tudo sobre: cuba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG