Buenos Aires, 2 jun (EFE).- O Governo argentino confirmou hoje que uma das aeromoças do voo 447 da Air France que partiu do Rio de Janeiro com destino a Paris que foi registrada como espanhola também tinha nacionalidade argentina.

A dupla nacionalidade de Clara Mar Amado, de 32 anos e radicada em Paris, foi confirmada pela Chancelaria argentina em comunicado no qual o Governo de Cristina Fernández de Kirchner expressou ainda sua "consternação" com o desaparecimento do avião da Air France.

"A Argentina estende sua solidariedade aos Governos da França e do Brasil, assim como às famílias dos passageiros (216) e tripulantes (12) de mais de 30 nacionalidades que viajavam na aeronave", afirma o comunicado.

No avião também estava Pablo Dreyfus, um argentino de 39 anos radicado no Brasil, que voava junto à esposa, de nacionalidade brasileira.

As autoridades argentinas informaram que já entraram em contato com as famílias de Dreyfus e Amado para expressar solidariedade e colocar a sua disposição todo o apoio do Consulado e da Embaixada argentina tanto no Rio de Janeiro quanto em Paris. EFE nk/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.