Governo colombiano ocupa propriedades de guerrilhas do país

Bogotá, 5 abr (EFE).- Seis terrenos localizados no departamento (estado) colombiano de Arauca e aparentemente de propriedade das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e do ELN (Exército de Libertação Nacional) foram ocupados por autoridades militares e de inteligência estatal, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Segundo as fontes, este é "um duro golpe no coração financeiro das Farc e do ELN".

As seis propriedades somam aproximadamente 485 hectares de área e foram avaliadas em cerca de US$ 400 mil.

Alguns dos terrenos tinham sido utilizados para o cultivo de coca e para o funcionamento de laboratórios de refino de drogas, aparentemente das frentes 10 e 45 das Farc e o ELN, disseram as fontes.

Em 2006 e 2007, agentes colombianos erradicaram cultivos ilícitos e destruíram laboratórios de refino de cocaína nas mesmas propriedades. EFE rrm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG