O governo colombiano negou neste domingo que estivesse efetuando operações militares na zona do sul do país onde a guerrilha das Farc realiza a libertação de quatro reféns, como afirmou a comissão civil encarregada de recebê-los.

"Não vamos permitir acusações sem nenhum fundamento e suporte", disse o comissário para a Paz do governo, Luis Carlos Restrepo, em entrevista à imprensa no aeroporto Vanguardia de Villavicencio (90 km a sudeste de Bogotá).

"As garantias estão dadas, não entendemos o porquê deste tipo de denúncia", acrescentou.

axm-hov/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.