Governo chinês prevê crescimento de 8% em 2009

Pequim, 10 jul (EFE).- A economia chinesa crescerá 8% este ano, apesar da forte queda nas exportações e importações que terá, diz um relatório do Centro de Informação Estatal (SIC) publicado pela agência de notícias oficial local Xinhua.

EFE |

O estudo indica que a terceira maior economia do mundo alcançará a meta de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) que tinha fixado no começo do ano, apesar de no primeiro trimestre de 2009 a alta ter sido de apenas 6,1%.

A análise governamental é mais otimista que a de organismos internacionais como o Banco Mundial, que fixa as previsões de crescimento da China em 7,2% para 2009.

A balança comercial, acrescenta o estudo, seguirá sendo propícia à China, país que segue tendo nas exportações um de seus principais motores de crescimento. Porém, o superávit comercial cairá em 2009.

O relatório do SIC não prevê maiores investimentos governamentais para enfrentar a crise além do pacote de estímulo de 4 trilhões de iuanes (US$ 585 bilhões), aprovado em março para os próximos dois anos. EFE abc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG