Santiago do Chile, 23 jun (EFE) - O Governo chileno decidiu reduzir a 15 quilômetros o perímetro de segurança em torno do vulcão Chaitén, em erupção desde 2 de maio, informou hoje o intendente da região de Los Lagos (sul), Sergio Galilea. A redução da área, que, nas primeiras semanas da erupção, era de 50 quilômetros, que depois foi reduzida a 24, permitirá às pessoas que viviam nos arredores da cidade de Chaitén ter acesso a suas casas, recuperar alguns bens e inclusive voltar a morar nos imóveis, disse o funcionário aos jornalistas. A proibição continua vigorando na localidade de Chaitén, a 1.220 quilômetros de Santiago e situada a apenas dez quilômetros da cratera, que foi totalmente evacuada nos primeiros dias do fenômeno eruptivo.

A erupção do vulcão, de 960 metros de altura, obrigou à evacuação total da cidade e de outras localidades da província de Palena. EFE ss/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.