Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Governo chileno nega Estádio Nacional para show de Madonna

Santiago do Chile, 12 jun (EFE).- A possibilidade da cantora americana Madonna incluir a cidade de Santiago em sua próxima turnê latino-americana se tornou menor depois de o Governo chileno ter afirmado hoje que o Estádio Nacional, onde ocorreria o concerto, não está disponível para atividades que não sejam esportivas.

EFE |

"Adoro a Madonna, mas a Madonna canta e vai. Eu gosto que a grama (do estádio) esteja a melhor possível. A grama fica e Madonna passa", respondeu o porta-voz do Governo, Francisco Vidal, ao ser perguntado sobre a recusa inicial do Subsecretariado de Esportes de liberar o local.

Uma produtora local iniciou as negociações para que Madonna inclua Santiago em sua turnê mundial "Sticky & Sweet Tour 2008", para divulgar seu último álbum "Hard Candy".

O Estádio Nacional oferece a possibilidade de reunir mais de 60 mil espectadores, indispensáveis para um espetáculo dessa magnitude, mas a recusa em liberá-lo reduz as possibilidades.

No ano passado, o gramado do Estádio Nacional foi estragado após uma série de shows de grupos internacionais e sua reparação, além de demandar um investimento milionário, obrigou que o local ficasse fechado durante vários meses.

A turnê "Sticky & Sweet Tour 2008" começa no dia 23 de agosto em Cardiff, no País de Gales, e estão previstos shows na América Latina que incluiria o Brasil. EFE ns/bm/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG