Governo chileno confirma 16 casos da gripe

Santiago do Chile, 20 mai (EFE).- O ministro de Saúde chileno, Álvaro Erazo, confirmou hoje que o número de casos da gripe suína no país chega a 16, o que faz do Chile a nação sul-americana com mais ocorrências da doença.

EFE |

"Confirmamos seis novos casos da gripe. Todos os afetados se encontram em bom estado de saúde, são quatro estudantes e dois adultos", contou Erazo.

Mesmo assim, o ministro reconheceu que o Chile está "diante da evidência de que podemos entrar em uma fase de um maior número de casos".

Erazo descartou por enquanto ordenar o fechamento dos colégios da capital chilena ao argumentar que isso impediria uma atuação eficaz para identificar e isolar os possíveis focos de contágio.

Em relação ao fato de vários centros de ensino de Santiago terem interrompido suas atividade mesmo sem a presença de ocorrências da gripe, o ministro enfatizou que "não há justificativa" para este ato e pediu para que certas medidas não sejam tomadas de forma precipitada.

Até o momento, as autoridades chilenas mantêm barreiras sanitárias nos portos e aeroportos do país para evitar a propagação do vírus.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mf/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG