Governo britânico promete ajudar Paquistão na luta contra o terrorismo

Manchester (R.Unido), 22 set (EFE).

EFE |

- O ministro britânico de Relações Exteriores, David Miliband, prometeu hoje que seu país ajudará o Paquistão na luta contra o terrorismo, após o atentado contra o hotel Marriott que no último sábado matou 53 pessoas em Islamabad.

Miliband afirmou que o Reino Unido e o Paquistão trabalharão "ombro com ombro" para derrotar o terrorismo, declarou em um discurso pronunciado no congresso anual do Partido Trabalhista realizado esta semana em Manchester (norte da Inglaterra).

"Choramos com o povo do Paquistão por sua terrível perda" no ataque, que também deixou mais de 250 feridos, informou o chefe da diplomacia britânica, que já condenou o atentado do último fim de semana.

Além disso, Miliband conversou no último domingo com o presidente do Paquistão, Asif Alí Zardari, a quem expressou o apoio da Grã-Bretanha diante da "maldade" do terrorismo.

"Estamos decididos a apoiar o novo Governo civil do Paquistão", afirmou o ministro de Relações Exteriores.

Antes de Miliband falar a companhia aérea British Airways (BA) informou que decidiu cancelar dois vôos para o Paquistão após o atentado suicida do último sábado contra o hotel Marriott de Islamabad.

O vôo do último domingo com destino ao Paquistão e outro que devia partir amanhã foram cancelados, informou a companhia aérea.

A companhia aérea britânica ainda não tomou uma decisão sobre o vôo programado para quarta para o Paquistão. EFE pa/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG